Russia aprova 2° vacina contra covid-19 após testes preliminares

Notícias Internacionais

A vacina, desenvolvida pelo Instituto Vector, na Sibéria, passou pelo estágio inicial de testes em humanos no último mês e recebeu aprovação regulatória nesta quarta (14)


A Rússia concedeu aprovação regulatória nesta quarta-feira (14) para uma segunda vacina contra a Covid-19, segundo o registro de medicamentos autorizados do país. Durante reunião ministerial, o presidente russo Vladimir Putin deu a notícia e parabenizou os cientistas responsáveis pelo imunizante.

A vacina  é desenvolvida pelo Instituto Vector, na Sibéria e passou pelo estágio inicial de testes em humanos no último mês. Seguindo uma tecnologia desenvolvida, inicialmente, para imunização do Ebola, a vacina é composta por fragmentos de proteínas do vírus capazes de induzir uma resposta imune do organismo.

Em agosto, o país aprovou o primeiro imunizante, a Sputnik V, desenvolvida pelo Instituto Gamaleya, que gerou desconfiança da comunidade internacional quanto a sua eficácia. 

Resultados publicados na revista The Lancet, no entanto, apontaram que a vacina obteve resultados preliminares positivos para a imunização do vírus e não teve efeitos adversos. Para comprovar a total eficácia, cientistas russos têm dado continuidade aos testes com o imunizante.

Compartilhe