Como o robô Perseverance envia imagens de Marte (e por que a primeira foi tão ruim)

02/21/2021

03:45:58 PM

Notícias Internacionais

Chegada do robô Perseverance a Marte foi um sucesso, mas suas primeiras imagens eram de baixíssima resolução. A Nasa explica por quê.

INFORMAÇÕES G1

Primeira imagem de Marte enviada por Perseverance foi de baixa qualidade e em preto e branco — Foto: Nasa


O robô Perseverance, que chegou à superfície de Marte na quinta-feira (19), pode ser considerado o suprassumo da tecnologia.

A sonda desenvolvida pela Nasa, a agência espacial dos Estados Unidos, viajou 480 milhões de quilômetros, entrou em Marte a uma velocidade de quase 20 mil km/h e, depois de oito meses, fez um pouso bem-sucedido no Planeta Vermelho.

Foi uma façanha e tanto da engenharia espacial, mas por que um dispositivo tão sofisticado enviou suas primeiras imagens com qualidade tão baixa?

A Nasa compartilhou duas imagens do local onde o Perseverance aterrissou, na cratera Jazero em Marte: "Olá, mundo. Meu primeiro olhar em minha casa para sempre", disse a agência no Twitter.

De baixa qualidade e em preto e branco, os registros mostram o terreno da cratera.

Essas imagens foram as primeiras, de baixa resolução, mas logo depois a Nasa divulgou novas fotos, dessa vez, com maior qualidade e coloridas.

Câmeras de condução

As duas primeiras imagens enviadas pelo Perseverance para a Terra foram obtidas pelas chamadas HazCams (do inglês 'Hazard Avoidance Cameras' ou Câmeras de Prevenção de Riscos), seis câmeras instaladas para monitorar o terreno.

Eles têm como função auxiliar os controladores a manejar o robô e contam com proteção extra para a entrada na atmosfera de Marte e pouso.

"As HazCams detectam perigos no caminho frontal e traseiro do robô, como grandes rochas, valas ou dunas de areia. Os engenheiros também usam as HazCams frontais para ver onde o braço robótico pode se mover para fazer medições, tirar fotos e coletar amostras de rocha e solo", explica a Nasa.

Ao chegar ao planeta, as tampas protetoras transparentes sobre essas câmeras ainda não haviam sido retiradas, o que afeta a resolução das imagens capturadas.